Como Sanar suas Dívidas de Cartão de Crédito

As dívidas, em especial as de cartão de crédito, podem causar diversos danos à sua saúde, como estresse, ansiedade, entre outros, assim o recomendado é que adote certos passos para minimizar os danos causados e em um futuro próximo se livrar totalmente desse tipo de endividamento. Afinal, um caminho gradual para o sucesso ainda é um caminho para o sucesso. As sugestões seguintes podem ajudar você a sair do afogamento em dívidas para a liberdade financeira.


Como posso pagar a dívida do meu cartão de crédito?

Quando somos confrontados com uma assustadora conta de cartão de crédito, nos vemos tentados a fazer apenas pagamentos mínimos ou ignorar completamente a dívida. No entanto, essa atitude nos leva a consequências desastrosas, os saldos de cartão de crédito faz com que despenque suas pontuações de crédito, de forma demasiada, conhecida como ESCORE, impossibilitando aquisições de novos bens financiados entre outros fatores.  Considere essas dicas e veja como se livrar de tais dívidas de uma vez!


Crie um plano | Estratégia Financeira

Uma estratégia forte geralmente começa com uma análise da situação. Comece por arredondamento de todos os seus saldos. Para cada cartão, liste o montante da dívida, o limite, às taxas de juro, mínimo de pagamentos mensais e outras informações cruciais. Isso ajudará você a formar uma compreensão mais clara do seu estado de endividamento. Isso também mostrar quais cartões são um peso a mais. Embora isto possa ser cansativo, ajudará você a criar um plano concreto para solucionar esse problema.


Quitar o menor saldo em primeiro lugar

cartao de credito blogPode ser tentador liquidar o maior saldo, mas pequenas vitórias são uma grande motivação. Se você tiver vários cartões de crédito com diferentes saldos, pagar o menor pode ser o melhor caminho a percorrer. Mantenha o controle, elimine a conta com o menor valor e tente efetuar duplos ou triplos pagamentos mensais, ou o que você puder pagar a cada mês. O indicado é fazer isso conciliando com pagamentos mínimos dos outros cartões, jamais negligenciá-los, lembrando que isso pode causar danos desastrosos.  Uma vez que o menor saldo é zerado, inicia-se o processo com o próximo saldo mais baixo da lista. Essa estratégia de recompensa dá a você a satisfação de ver um saldo do cartão em zero. Esperemos que este sentimento de recompensa ajude você a se manter motivado na batalha liquidação da dívida de cada cartão gradativamente até finalizar todos.


Pagar o cartão com a mais alta taxa de juro


Os encargos financeiros dos seus cartões de crédito podem rapidamente corroer os seus fundos, assim mantém o crescimento de suas dívidas ao invés disso você pode querer concentrar em pagar o cartão de crédito com taxa de juro mais elevada primeiro. Efetuar pagamentos duplos ou triplos mínimos sobre a dívida do cartão com a taxa de juros mais alta e encargos mensais mais caros, enquanto continua a fazer os pagamentos mínimos em seus outros cartões de crédito. Esta estratégia é a maneira mais eficiente de eliminar a sua dívida. Uma vez que você pagar o cartão com a mais alta taxa de juro, passe para o cartão com a próxima taxa mais alta de juros e assim por diante.


Considere um Empréstimo Pessoal ou Consignado

Você também pode considerar a possibilidade de tomar um empréstimo pessoal ou empréstimo consignado para pagar todos os saldos de seu cartão de crédito. Estes empréstimos por vezes direcionados como remissão de dívidas, pode ser uma boa opção para alguém que receie não conseguir sanar as dívidas por reorganização financeira. Empréstimos pessoais e consignados são  excelentes opções pois as parcelas são fixas mensalmente e já na contratação é definida uma determinada taxa de juros inferior às taxas de outras modalidades de crédito, e as parcelas serão descontadas em folha, e fora que a quitação será em um período de tempo específico.

Tenha em mente que você se optar por um pagamento mensal, não poderá fazer um pagamento mínimo como no cartão de crédito, isso caso haja algum imprevisto. Além disso, as taxas de juro sobre empréstimos pessoais são determinadas por suas pontuações de crédito, o que significa que você pode ou não pode se beneficiar de uma taxa inferior à que você já está pagando, já ao optar pelo consignado, basta ser Servidor Público SIAPE e Pensionista ou Aposentado pelo INSS .


Para resumir, quando for contratar um empréstimo pessoal atente-se em:
– Se a sua pontuação de crédito é alta o suficiente;
– A duração de tempo que você terá de reembolsar o empréstimo;
– Se o pagamento mensal se encaixa em seu orçamento.

Lembre-se: a última coisa que você deseja fazer ao usar um empréstimo pessoal ou consignado para pagar a dívida do seu cartão de crédito é gerar esses saldos novamente.

 

Reavaliar Despesas recorrentes

Isso soa como uma escolha natural, mas ao embarcar numa missão para se livrar da dívida do cartão de crédito você estará no momento perfeito para reavaliar o seu orçamento e despesas. Faça uma análise minuciosa e calcule todos os gastos. Reveja se há serviços essenciais onde você pague mais do que o devido e dispense todos aqueles que não são essenciais. Busque todas as formas possíveis de reduzir suas contas pois isso causará uma grande diferença. Pense em cortar gastos como corte de pesos que estão impedindo que você alcance a liberdade financeira.

A VMACRED soluções financeiras oferece postagens úteis e com frequência para que você possa organizar a sua vida. Veja a nossa última postagem  a respeito de Consolidação de Dívidas.