Bons Hábitos Pessoais e Financeiros


A maior parte do nosso dia-a-dia consiste naquilo que fazemos, que são apenas hábitos. Hábitos que mal paramos para pensar mas eles têm o potencial de causar estragos em nosso orçamento. Como que os maus hábitos, podem causar problemas financeiros, e os bons hábitos podem ajudá-lo a gastar com sabedoria, economizar e, o mais importante, atingir seus maiores objetivos financeiros de forma mais rápida. Afinal, assumir o controle do seu dinheiro é fazer com que ele funcione para você. Pronto para começar? Em janeiro, nosso desafio para você é adotar um novo hábito de controlar seu dinheiro. Pergunte a si mesmo:  O que você deixará para trás em 2017 – e que hábito saudável você abraçará este ano? E, se você precisar de inspiração, considere abaixo algumas dicas que podem ser uma excelente adição ao seu repertório financeiro.


Programe sua Consulta de Saldo


Já ficou surpreso com a quantidade de dinheiro – ou a falta dele – na sua conta? Existe uma maneira de evitar que isso aconteça repetidamente. Uma dica importantíssima é verificar o saldo de sua conta diariamente e ver todas as transações recentes a fim de ver o seu progresso em direção a seus objetivos. Em apenas 60 segundos, você vai saber onde se encontra e o que precisa fazer naquele dia para ficar em dia. Basta configurar um alerta em seu calendário em um tempo conveniente e você mesmo vai ficar impressionado com o quanto você aprende em um minuto.


Transferência Automática de Poupança

 

Errar é humano – e vamos ser sinceros, a maioria de nós esquece de colocar dinheiro na poupança, a menos que existe um processo. A transferência automática é divina! Na verdade, é uma das maneiras mais fáceis de aumentar seu dinheiro. Sua tarefa: ligue para o banco onde você guarda sua conta poupança ou você pode fazer on-line e configure uma transferência automática quinzenal para a mesma. Se você preferir, você pode até depositar uma parcela do seu contracheque na sua poupança, ignorando sua conta corrente completamente. Comece com 1% -2% de sua renda e defina um alerta para fazer uma revisão mensalmente. O mais importante é começar a adotar esse hábito. Uma vez que você conseguir mantê-lo, terá oportunidade de ver o crescimento de seu dinheiro e pode se tornar um bom vício.


Adote Regras e Evite Gastos

Um relatório recente do economista comportamental Dr. Hersh Shefrin mostra que a criação de uma regra financeira para orientar suas decisões em relação a gastos pode realmente ajudar você a gerenciar melhor seu dinheiro. Pense em um hábito contínuo que você realmente gostaria de mudar: talvez sejam os R$50 que você gasta em almoço diariamente. Talvez seja o fato de que você não consegue sair de sua dívida. Em seguida, crie uma regra pessoal para combater os maus hábitos financeiros. Por exemplo: Eu só posso gastar com entretenimento x favorito, depois que eu pagar a conta do meu cartão de crédito.


Compartilhe seu Objetivo Financeiro


Financeiros VMACREDVocê sonha em viajar ao redor do mundo, possuir uma casa, para finalmente estar livre de seus empréstimos? Quando nossos sonhos são grandes, a nossa tendência é não contar a ninguém caso chegamos a falhar – mas isso pode ser um grande erro. Pesquisas realizadas pela Dra. Gail Matthews, da Universidade Dominicana da Califórnia, mostram que as pessoas que compartilham seus objetivos com um amigo sobre o progresso deles, resultaram em 33% de serem mais bem-sucedidas ao realizar o que pretendiam fazer. Sua tarefa: defina seu objetivo e encontre um amigo, seja um membro da família, colega de trabalho ou novo amigo que você conheça. Quer tirar proveito da tecnologia? Crie um Google Doc compartilhado ou uma lista de e-mail e, em seguida, defina um lembrete recorrente em seu calendário para atualizá-lo com o seu progresso uma vez por semana.


Congele Seu Cartão de Crédito


Um cartão de crédito pode fazer com que você sinta livre para viver a vida do jeito que você quiser no momento atual, com  a capacidade de pagar por tudo. Mas todos sabemos que, sem o dinheiro por trás disso, essa sensação de liberdade pode ter uma curta duração. Os brasileiros estão com dívidas altas de cartão de crédito, que cobram juros mais do que se pode pagar.  Se quiser mudar esse cenário tente congelar seu cartão de crédito por 2 a 3 meses … literalmente coloque-o em uma tigela de água e deixe no congelador. Em seguida, preencha o vazio em sua carteira com um cartão de débito.  Considere ao invés, o empréstimo consignado ou na aquisição do BMG Card.

O Blog da VMACRED soluções financeiras traz dicas e postagens frequentemente com a finalidade de providenciar informações úteis a seus clientes. Veja a nossa última postagem sobre o BMG Cartão Consignado!